Para ministros do Supremo "live" do Presidente foi um tiro no pé

Para ministros do Supremo "live" do Presidente foi um tiro no pé