00:00
05:17
A cantora, compositora e jornalista Mona Gadelha é a convidada dos Encontros Literários Moreira Campos e restaura o cenário do rock, na Fortaleza “setentona”. Ela refaz o que chama de “um itinerário da inquietação”, a partir do livro Perfume Azul: rock e transgressão em Fortaleza nos anos 70, que lançou este ano. Antes de ser palavra, Perfume Azul era os amigos Mona Gadelha, Lúcio Ricardo e Siegbert Franklin, juntos em uma banda de rock, em 1976. Em entrevista à Rádio Universitária FM, a artista passeia por seus lugares de afeto.

Reportagem de Ana Mary C. Cavalcante
Foto: Viktor Braga/UFC
A cantora, compositora e jornalista Mona Gadelha é a convidada dos Encontros Literários Moreira Campos e restaura o cenário do rock, na Fortaleza “setentona”. Ela refaz o que chama de “um itinerário da inquietação”, a partir do livro Perfume Azul: rock e transgressão em Fortaleza nos anos 70, que lançou este ano. Antes de ser palavra, Perfume Azul era os amigos Mona Gadelha, Lúcio Ricardo e Siegbert Franklin, juntos em uma banda de rock, em 1976. Em entrevista à Rádio Universitária FM, a artista passeia por seus lugares de afeto. Reportagem de Ana Mary C. Cavalcante Foto: Viktor Braga/UFC read more read less

4 months ago